Poemas declamados

Loading...

15 março, 2009

««Ensaio-te««



Ensaio-te no arco íris
Numa chuva miudinha
Numa flor de anis
Nos frescos olivais
No voar da andorinha
Ensaio-te sonho meu
Num campo de girassol
Numa papoila vermelha
No esvoaçar de uma abelha
No trinar de um rouxinol
Ensaio-te e tenho medo
Que se rasgue a ilusão
Que no meio do arvoredo
Meu sonho tombe no chão
Se esfume na imensidão

Pensando tremo de medo
Que se quebre a ilusão

Sem comentários: