Poemas declamados

Loading...

08 março, 2009

«« Encontro com a razão««


Tenho um encontro marcado com a razão
No cimo de um monte de terra lavrada
Encontro cravejado na imaginação
Em pontas de espigas de ceara dourada

Momento adiado na vida que teima em fugir
Pela planície incendiada num rubro clarão
Dos desejos e anseio perdidos no sentir
Do que será desnudar minha alma na tua mão

Pelos atalhos sinuosos de uma ilusão arrastada
Encontro-me numa encruzilhada de limites
Impostos pela força da terra desbravada

O sol poente traz-me a certeza que existes
Imensa força viva de paixão almejada
Nas nossas almas inquietas, vasculhando a madrugada

Sem comentários: