Poemas declamados

Loading...

30 abril, 2009

«« Pensamento ««


Navega o meu pensar
Entre o quero e o não quero
Rodopios a cismar
Entre o ser e o inferno

Penso, penso sem parar
Ideias em turbilhão
Vagas em alto mar
Que me inundam o coração

Mas que raio de visão
Que não pára o dia inteiro
Quando estou em dia não
Sou o meu próprio carcereiro

Pensamento és o primeiro
Que me acordas de manhã
Pegaste-te ao travesseiro
Tal qual um talismã.

Sem comentários: