Poemas declamados

Loading...

23 abril, 2009

«« Medos ««


Medos… do coração
Já nada sei do amor
Medos do meu coração
Transformados em suor sem cor

Medos… mandei-os embora
Bateram o pé e ficaram
Triste, minha alma chora
Por medos que me enganaram

Ai se eu pudesse fugir
Quebrar as algemas, partir
Voltar de novo a sorrir
Um só instante sentir

Que me querem, pelo que sou

1 comentário:

José Jorge Frade disse...

Retribuindo os beijinhos...