Poemas declamados

Loading...

17 abril, 2009

«« Os teus cabelos ««


Imagino o toque dos teus cabelos
Como será acaricia-los, tacto
Sensações de um reflexo nato
Enleio nos meus dedos, como novelos

Imagino-me simplesmente a tecê-los
Perdida nos teus olhos, sem aparato
Resguardada, na solidão do meu quarto
Ilusão, por instantes julgo tê-los

Espero um momento, e acontece
O meu corpo num reflexo, estremece
A tua cabeça poisou nos meus joelhos

Curto instante, milagre breve
Visão desfeita, em flocos de neve
Baixo o olhar os teus cabelos, nem vê-los

Sem comentários: