Poemas declamados

Loading...

10 abril, 2009

«« Paixão do Senhor ««


Tentei escrever
Sobre o Teu amor
Tentei escrever
Sobre a Tua paixão
Senhor…

Não sou capaz
Mas não peço perdão
Só me vem à lembrança
O desamor…
O clamor…
A mentira e a vaidade
As feiras e os confrades
E o pior
O mal maior

Das almas que morrem
De fome, de dor
No cano da espingarda
De uma guerra sagrada
Das crianças
Que morrem de sida
Será que pecaram na vida
Não
Somente estão desprotegidas
Ás mãos dos homens
Pelos homens
Tantas vezes aqueles
Que pregam a Tua paixão

Diz-me por quem são
Por eles ou por Ti
Será que são por mim
Nada
São pela ganância
Pelos deuses de barro
Pelo ouro, pela prata
Em nome da Tua palavra se mata

Por isso Senhor
Não consigo escrever
Sobre o Teu amor
São dois mil anos Senhor
Mais não sei quantos para trás
E Tu não foste capaz
De dar tino aos homens

Por isso Senhor
Que a paz esteja
No meu clamor
Que a paz reine
No desamor
Que a paz
Se faça
Arma
Aquela
Que não mata

Amem Senhor

Sem comentários: