Poemas declamados

Loading...

30 julho, 2010

«« Em cada foto tirada ««


Ao olhar a folhagem espessa e amarelada
Adivinho uma luz sob o olhar atento
Uma emoção que quer abraçar o tempo
Num clik eterniza o momento
Será que o sabe essa árvore cansada

Adivinho o bater do coração
Sempre de objectiva na mão
Teus vislumbres de poesia
Em cada foto tirada, vejo magia
O ar fresco de cada madrugada

Sempre que sonhas um novo quadro
Quase adivinho teu ar abismado
Ao olhar a nova meta
Uma árvore onde dorme uma borboleta
Que me traz presa nas cores nova balada

Em cada foto tirada
Revejo os teus passos
Consigo seguir os laços
Que te fazem subir a escada

Que leva ao firmamento
Sempre que eternizas o momento
Em cada imagem nova caminhada

1 comentário:

maria.loures-popp disse...

Gostei imenso! Muitas vezes sinto assim. Bjs