Poemas declamados

Loading...

19 agosto, 2010

«« A tarde «


A tarde que começa
Transporta o vento
O vento que é lança
Tal o pensamento

Corre apressado
Ao encontro de tudo
Pelo tempo amainado
Percorre o futuro
Outras destrambelhado
Parece ruir
Num tempo perdido
Se vai sem vir

Mas…

O vento é lança
Corre sem rumo certo
O seu acertar é incerto
Quantas vezes eu não sei
Se ele chega e alcança
O teu pensamento.

Ou se passa distante
Sem sequer te tocar
Se te faz despertar
Uma saudade abundante.

Sem comentários: