Poemas declamados

Loading...

29 junho, 2009

«« Um ramo de rosmaninho ««


Como eu queria que me olhasses
Que me esticasses a mão
Que me cobrisses do frio
Que me gela o coração
Eu queria que parasses
E visses a pedra fria
Que me cobre a sepultura
Mesmo antes de morrer
Eu queria que chegasses
Com teu jeito de não ver nada
Mas tudo vê tudo entende
E fá-lo pela calada
Ah,
Como eu queria que trouxesses
Um ramo de rosmaninho
Que perfumasse o meu peito
De amizade e de carinho.

Sem comentários: