Poemas declamados

Loading...

02 junho, 2009

«« Pés descalços ««


De pés descalços entrei no mundo
Palmilhei por mil lonjuras
Por entre silvas dei caminhadas
Por entre mato, vi-me estafada
De pés descalços, sempre ao contrario
Fui aprendendo a custo
De que serve virar fadário
Tudo aquilo que achamos injusto
De pés descalços
Andei pra trás
Na retaguarda me fui perdendo
Hoje cansada já tanto faz
Que ande descalça
Ou bem calçada
Tamanha foi minha jornada
Vesti vestido bem justo
Que me adorna, o busto
Pouco importa
Que esteja trocada
Que seja somente susto
Ou apenas encalhada
Pé descalço, de alma cansada.

Sem comentários: