Poemas declamados

Loading...

25 dezembro, 2009

«« Quando um filho nasce ««




É natal… quando um filho nasce,
É Natal quando a vida rebenta,
Em vivas forças, resplandecente maré.
É Natal, quando acontece em todas as horas.

Natal, a palavra mágica de todas as cores.
Natal, é a  hora de um parto, deslizar de lágrimas.
Alegria , expectativa , saudades.
Resvalam  ao primeiro minuto, são asas...

Saudade da criança traquina, mãe a chamar.
Saudades das brincadeiras, sorrisos abertos,
Saudades dos ralhos. Quero-te homem a sonhar.

Pelos trilhos do mundo sem arreios,
Quero-te filho gerado num dia de sol.
E que o Natal seja em todos os momentos.

Sem comentários: