Poemas declamados

Loading...

03 dezembro, 2009

«« Desculpa amor ««


Desculpa amor
Por hoje não me apetecer sorrir
Não repetir em frases banais
Está tudo bem
Desculpa amor
Por hoje ter visto um vazio cinzento
Em gestos rotineiros
Desculpa amor
Mas hoje olhei-me no espelho
Assustei-me com o que vi
Uma sombra difusa

Sabes amor
Há quanto tempo não passo daqui
Os filmes que nunca vi
Os lugares que não visitei
A palavras que nunca escutei

Desculpa amor
Mas hoje tive pena de mim.

Júlia Soares ( Pseudónimo )

Sem comentários: