Poemas declamados

Loading...

19 março, 2010

«« Salto ««


Só sou o que tu vês…
Quando não me canso
Depois…
Embarco numa Piroga
Imagino-me Sorco!
E as águas riem
Em gargalhadas flácidas
Entornam a cegueira
Esta cai-me aos pés…
E agora…
Achas que lhe salte em cima?

Sem comentários: