Poemas declamados

Loading...

02 julho, 2009

«« Vem cá ««


Vem cá
Trás contigo
As manhãs orvalhadas de Maio
As raízes profundas das figueiras
O chilrear dos pássaros nas oliveiras
Trás contigo o canto do Gaio

Vem
Ensina-me a ver o sol brilhar
A ouvir a agua a murmurar
Fala às pedras do seu penar
Enquanto galga, serras e montes
Ao chegar à foz para descansar
Entrega-se ao mar, eterno amante

Trás contigo
O sol de verão
Trás calor, e fantasia
Trás amor no coração
Ama-me dia após dia.

Sem comentários: