Poemas declamados

Loading...

15 julho, 2009

«« Horas ««


Olho as horas
Passam
Alegres, namoradeiras
Namoram
O tempo, a idade
Rugas de saudade
Trazem
Nas doze badaladas
O cuco
Relógio sem tempo
Feliz
Corre a contento
Trarás
As horas mortas
Solidão
Esvazia o coração
Aflição
Carrego nos ombros
Curvados
Delírios de te ter
Hora
Uma qualquer
Prazer
Amar por querer
Cu, cu
Canta o cuco
A correr
O tempo passa
Amanhecer
Acordo a sorrir
O tempo
Parou, estive a dormir.

Sem comentários: