Poemas declamados

Loading...

03 fevereiro, 2009

««Chuva que cai««


Olhando a chuva que cai
Do outro lado da vidraça
Minha boca cala um ai
Cala a dor cala a desgraça

Terra mãe que nos abraças
Renascendo nesta chuva
Uma lágrima se entrelaça
Ao olhar aquela curva

O meu olhar vislumbra
Um vulto lá adiante
Não passa de sombra confusa
Não sei se é bicho, se é gente

Só sei que vai na corrente
Desta chuva em cascata
Se for homem é descrente
Desta vida que logo o mata

Cai a chuva na chapada
Esta terra vai lavando
Minha alma se deleita, pasmada
Nos passos da chuva dançando

Sem comentários: