Poemas declamados

Loading...

24 fevereiro, 2009

««Amores infelizes««


Quando as palavras ficam por dizer
As almas estão cansadas, ou o sonho findou
Talvez a constatação de que nem amou
Foi um breve momento a esquecer

Quando a realidade se começa a esconder
Perde-se a noção do que se calou
Do que se perdeu , ou nunca se encontrou
A culpa não é nossa, acabamos por dizer

Ideias pré concebidas de dias felizes
Caiem por terra num breve deslize
Amordaçar de sonhos, afastar de almas

Perderam-se as promessas feitas
Por caminhos escuros , ruelas estreitas
Afogaram-se ilusões em águas tão calmas

Sem comentários: