Poemas declamados

Loading...

18 outubro, 2010

«« Seminua ««


Passou por mim a neblina
Perdida de uma noite fria
Eu juro, vi o teu olhar
Trouxe uma réstia de luz
Que me aqueceu do frio
De uma hora vazia
Perdida na noite escura

Acalentou o meu sentir
Lentas horas sem dormir
Impávida olhando a rua
Senti-me seminua
Ao brilho do teu olhar
Belisco-me estou a sonhar
Na noite só brilha a lua.

Sem comentários: