Poemas declamados

Loading...

05 agosto, 2009

«« Um fado ««


Diz-me porque os rios correm para o mar…
Em Setembro voltam as marés vivas,
Porque Lisboa tem sete colinas…
Porque o fado é dolente, e fala de amar.

E o poeta, ai o poeta, sempre a discordar,
Do mundo que enlouqueceu, falta-lhe as rimas,
Para escrever os versos das suas derrotas,
Do dia que tarda em nascer, quer ver o sol brilhar.

Diz-me porque os rios correm para o mar…
Porque corro eu, no balanço dessa água,
Porque rio de tudo o que estou a pensar.

Porque quero me desnudar da mágoa ,
Em Lisboa das sete colinas, um fado
Melódico, um povo vestido de mingua.