Poemas declamados

Loading...

05 agosto, 2009

«« Promessa ««


Que ciúmes das pedras da calçada
Pedras frias que pisas sem ter pressa
No silencio vais deixando uma promessa
Que teima em estar contigo atracada

Que um dia ao pisares essa calçada
Os teus passos, soarão ligeiros na travessa
As pedras vão dizer, que pressa é essa
Que te impele a correr na caminhada

Vais seguindo sem ver nada na jornada
Ao longe uma clareira intransponível
Entre ti e o horizonte uma luz esbranquiçada

Que te fala num dialecto inaudível
É minha alma que te chama tresloucada
Que te conduz no meio do impossível.