Poemas declamados

Loading...

21 maio, 2009

«« Sedento««


Acordei
E vi o mundo ao contrario
No sitio da terra estava o céu
O céu esse, banhou-se no mar
Junção de dois corpos
Sedentos, de se amar

Os campos em flor
Cruzaram-se entre vielas
Becos e ruelas
Encheram-se de cor
As cidades
Vibraram de esplendor

As serras
Uniram-se ás planícies
Os pobres
Deixaram de o ser
Os homens
Esqueceram mesquinhices
Acreditaram
Como na meninice

Acordei…
E vi o mundo ao contraio
Caminhando lado a lado
Tornou-se solidário
Dei um passo…
Esfumou-se num ápice

Sem comentários: