Poemas declamados

Loading...

29 abril, 2010

«« Mulher ««



Porque não lhe encontro jeito algum
Na fragilidade da alma humana
Em todos os momentos e nenhum
Se reparte numa sorte insana

Porque sempre vejo tudo em comum
Estado puro de apatia, nirvana
Olhem-me como angustiante jejum
Ou simplesmente como louca insana

Será a alma uma auréola vistosa
Outras vezes nuvem cor - de - rosa
Serei eu eterna, ou funesta curiosa

Que vejo em cada palavra por dizer
Um cubo giratório de uma alma a doer
Um grito, estou aqui, olha sou mulher.

1 comentário:

Ministério da saúde disse...

Caro blogueiro,

A vacina contra Influenza H1N1, vírus que já matou 1.632 brasileiros, está disponível nos postos de saúde pública de todo o Brasil para pessoas com maior risco de desenvolver a forma grave da doença. A vacina foi testada, é segura e já foi utilizada por mais de 300 países do Hemisfério Norte. Sábado, 24, começa mais uma etapa da campanha, voltada agora para a vacinação de idosos com doenças crônicas. No entanto, a população das outras etapas - jovens de 20 a 29 anos, grávidas, crianças maiores de 6 meses a menores de 2 anos e doentes crônicos com menos de 60 anos - ainda podem procurar os postos para se vacinar.


Por isso, é muito importante contar com a sua colaboração! Você pode ajudar por meio de materiais que disponibilizamos especialmente para blogs.

Para mais informações sobre como se tornar um parceiro, escreva para fernanda.scavacini@saude.gov.br

Atenciosamente,
Ministério da Saúde