Poemas declamados

Loading...

05 abril, 2010

«« Fedelho... do espelho ««


Olhei o espelho
Fiquei embasbacada
Me deu um conselho
Mulher, não fiques parada

Salta pela janela
Atenção, um salto equilibrado
Ou então salta pela telha do telhado
Que a porta só serve para espreitadela
Olhei o fedelho
Sem perceber nada
Olhou-me matreiro
Menina, a porta está entaipada.

Sem comentários: