Poemas declamados

Loading...

24 novembro, 2010

«« Importância ««


A importância com que nos olhamos
Pode ser lei no nosso imaginário
Pode ser pasto, alimentar rebanhos
Pode ser fogo em mãos de incendiário

Será que dobra o olhar de frente
Daquele que apenas vê crente
Será importante ou será tristonho
Olharmos para nós com olhar indolente

Da imagem que reflecte no mundo
Aos olhos de quem nos vê
Para aqui estou pensando ser gente
Perdida por entre o porquê
Da importância que ao olhar ausente
Nos mostra eterno aprendiz.

A importância que tanto desdiz
Daquilo que pensamos ser
Ai meu deus mas algo me diz
Não é importante este meu dizer.

1 comentário:

Clube dos Poetas Vivos disse...

Pedindo desculpas pela ousadia, permiti-me levar "emprestado" este poema, bem como a imagem do 1º. texto.
Algum inconveniente serãpo de imediato retirados do CPV.
Com um abraço desejo um Santo Natal