Poemas declamados

Loading...

15 outubro, 2009

«« Viver ««


Vesti um velho vestido sovado
Enchi-me de mim e caminhei ao acaso
Pelo percurso observei o fracasso
Do dia que me olha num tom agastado

Reparei no teu passo apressado
Ensaiando uma dança num breve compasso
Dancei contigo no momento escasso
Esqueci o dia e o meu vestido sovado

Passado tempo ainda me vejo
Dançando contigo a dança do crer
Lado a lado desbravando o desejo

De olharmos os dois o sol a nascer
De sorrir pró dia que aprendeu a viver
Ao entrar na dança do acontecer

Sem comentários: