Poemas declamados

Loading...

11 fevereiro, 2010

«« Só ««


Um dia acreditei na vida simples
Acreditei, que encontrava o amor
Numa esperança renovada, esvaia-se a dor
Um dia fui outra mulher, vibrava com as cores

Do arco íris, conseguia ver-me através
Do cinzento da vida, conseguia sentir o odor
Do rosmaninho, bebia o orvalho com sabor
A terra molhada, e era feliz, apesar dos cortes

Que a existência ia escrevendo no meu olhar
Depois, veio a primavera e acreditei
Que o campo floriria para não voltar

A ficar árido, louca, na loucura me abstraí
Acreditei, de seguida esqueci-me de olhar
O Inverno chegou, estou só… só agora é que vi

Sem comentários: