Poemas declamados

Loading...

10 dezembro, 2008

««O som do silêncio««


Um barulho na escuridão
Passos leves, despercebidos
Será mulher, será homem
Não sei, deve ser imaginação

Quando se escuta o silencio
De uma casa sem ninguém
Tudo nos faz aflição
Até os passos de alguém

De alguém que passa na rua
No seu andar apressado
Minha imaginação flutua
Num ápice,caminha a seu lado