Poemas declamados

Loading...

16 dezembro, 2008

«« Foi assim no Natal de 2007««


De manhã ao acordar
Ao olhar pela janela
Vi duendes a cantar
Uma melodia tão bela

Vi estrelinhas a brilhar
Bem no alto do pinheiro
Vi anjos a preparar
O primeiro de Janeiro

Vi crianças a brincar
Ausentes de tudo o mais
Vi o mundo a despertar
Do mais belo dos Natais

Ao Pai Natal acabei de encomendar
Um saco de alegria
Para aos meus amigos dar
Um pouco de fantasia..

1 comentário:

antónio prates disse...

Mais uma vez, me apresento perante a poesia da Escrita, que me troca o embevecimento e me faz dizer que tem razão... e como este frio nos faz lembrar as prendinhas na chaminé, aproveito para desejar a todos os viventes que se aprazem neste espaço de cultivo, um Natal repleto daqueles sorrisos que dispensam palavras e que exultam a saúde interior que há em nós!