Poemas declamados

Loading...

03 outubro, 2007

Tu



Procurei-te na paisagem
Gritando num lamento
Eras só uma miragem
Fruto do meu pensamento


Gritei teu nome ao vento
O vento meu grito levou
Desenhei teu rosto no tempo
E o tempo para mim parou


Enviei a minha mensagem
No canto da cotovia
Procurei a tua imagem
Em nuvens de fantasia


Vivi cada momento
Á espera de te encontrar
Encontrei o meu alento
Nuns versos por rimar


Depois de tanto esperar
Entras-te pela calada
Nos sonhos a saltitar
Nos braços da madrugada


Foi com a alvorada
Que chegas-te de mansinho
Pelas mãos de uma fada
Cruzas-te o meu caminho

1 comentário:

Anónimo disse...

Muito bonito, bem construido e com profundidade. Só resta saber quem é o TU.Força Beijinhos Ein