Poemas declamados

Loading...

02 novembro, 2007

Amor escondido




Amor no peito escondido
Amor que estava guardado
Amor louco amor sentido
Amor sem ser apressado

Como é bom estar a teu lado
Deixar o tempo passar
Amor que parece talhado
Para os corpos fazer vibrar

Amor que soubeste dar
Estavas escrito no tempo
Tu vieste apaziguar
E trouxeste um novo alento

Trouxeste um novo alento
Para os corpos em sintonia
Amor que vieste no vento
Pelos mares da fantasia

Sem comentários: