Poemas declamados

Loading...

18 março, 2008

«« Minha vida meu poema ««


Ponho a vida num poema
Quando começo a escrever
Na tinta que sai da pena
Saem penas a valer

É assim que sei dizer
O que já te devia ter dito
Numas quadras a correr
Vou escrevendo tudo o que sinto

Umas vezes eu vou indo
Outras me deixo levar
Parecem lobos famintos
Minhas quadras a rimar

Não é falar por falar
Este modo de escrever
São meus versos a contar
Tudo o que te queria dizer

As linhas que vais ler
Lê-as com muita atenção
Só tu as vais entender
Como entendes meu coração…

3 comentários:

Anónimo disse...

Os seus poemas são livros fechados, mas como diz estão abrindo-se e vendo a luz.Ein

Anónimo disse...

Muito prazer em conhece-la.Francisco

Cristina disse...

Oi Antonia,meu nome é Cristina,comecei a pouco tempo com meu blog que tabém tem poemas e musicas,gosto de escrever sobre momentos de minha vida.
Adorei seu blog e seus poemas são muito bons,espero que meu blog seja tão visitado quanto o seu.
Bjo Cris