Poemas declamados

Loading...

03 maio, 2008

«« Velhice ««


A outra forma de ver
Recordando a meninice
E o que ao mundo veio fazer

Hoje sabe dizer, o velhinho sabedor
Que neste mundo o saber
Não tem preço nem valor
Assim como o bom pastor
O velhinho tão cansado
Vai-nos ensinando o valor
De não viver apressado
O jovem não entende o recado
A mensagem não agradece
Está de olhos tapados
Pensando que não envelhece
Mas ao jovem acontece
E descobre que já tem rugas
E quando a velhice aparece
A vida fica difusa
Quando esquece a parte confusa
O jovem virou velhinho
E continua com a luta
De ao jovem ensinar o caminho…

Sem comentários: